COMO FAZER O GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS ORGÂNICOS EM RESTAURANTES

É necessário separar resíduos sólidos de restos alimentares? Por que destinar adequadamente os resíduos orgânicos de restaurantes? Você sabe como gerenciar os resíduos orgânicos de restaurantes? Como posso fazer o reaproveitamento dos resíduos orgânicos com a destinação correta? Entenda a importância do gerenciamento adequado para esse tipo de resíduo.
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Telegram
Saudações sustentáveis!

Aprenda aqui como fazer o gerenciamento dos resíduos orgânicos em restaurantes. Os restaurantes estão em toda parte e, diariamente, há produção intensa de refeições para suprir as demandas da população. É muito comum depararmos com a cena de pratos deixados em cima da mesa com restos de comida. O desperdício compromete fatores sociais, ambientais e econômicos.

A FINEP está comprometida com a inovação e a sustentabilidade, liberando até R$ 250 milhões para projetos com biogás. Esse financiamento substancial oferece uma oportunidade significativa para impulsionar a produção de energia limpa a partir de resíduos orgânicos e contribuir para a mitigação das mudanças climáticas.
os valores liberados de até r$ 250 milhões pelo finep para projetos com biogás representam um passo importante na promoção de tecnologias sustentáveis e na transição para uma matriz energética mais verde. esses recursos apoiam iniciativas inovadoras que têm o potencial de revolucionar a produção de energia renovável.
Gerenciamento De Resíduos Orgânicos Em Restaurantes
o desperdício de alimentos precisa ser evitado de todos os modos possíveis.

Toneladas de alimentos são jogadas no lixo no país em que ainda existem altos índices de fome e miséria. Os restos de alimentos desperdiçados, na maioria das vezes, são destinados a aterros, comprometendo sua vida útil. Além disso, esse material tem potencial de reaproveitamento, por isso é denominado resíduo e não rejeito. O seu destino final não pode ser o aterro sanitário.

Resíduos orgânicos são fonte de energia e vida!

Este artigo é para evitar que isso aconteça com você e seu estabelecimento. Leia até o fim, assista nosso vídeo do BioTube e saiba exatamente o que fazer para evitar esses problemas.

É necessário separar resíduos sólidos de restos alimentares?

A separação dos resíduos é fundamental! Tanto por fatores econômicos e sociais , como também por fatores ambientais. É indicado que os resíduos secos (recicláveis) sejam separados dos resíduos úmidos (orgânicos) para que não ocorra a contaminação. A contaminação não quer dizer que o material está contaminado no sentido literal da palavra, mas no sentido de prejudicar as características e o potencial de reciclagem e reaproveitamento do outro.

A separação dos resíduos aumenta as possibilidades de utilizá-los novamente. Quando os recicláveis são separados dos orgânicos, passam a ter valor de comércio e meios para ser comercializado. Consequentemente, quando os orgânicos são separados, podem ser utilizados de várias formas, podendo até ser fonte de energia.

Por que destinar adequadamente os resíduos orgânicos em restaurantes?

Resíduos orgânicos tornam-se um grande problema quando se trata da sua destinação. É fundamental que haja um gerenciamento correto desses resíduos para proteger o meio ambiente e ter o reaproveitamento estratégico. Devido à grande quantidade gerada, a reutilização desses resíduos é essencial para que os aterros prolonguem sua vida útil.

É importante também para evitar a poluição e contaminação do solo e dos corpos hídricos, pelo chorume, líquido escurecido originado no processo de decomposição in natura da matéria orgânica. O chorume possui elevada carga orgânica e pH muito ácido, podendo contaminar solo, mananciais e águas subterrâneas.

  • Como ocorre a geração de energia através do biogás?
  • Como ganhar dinheiro com biodigestor anaeróbio?
  • Compostagem Biodigestor de Resíduos Urbanos de Erkheim

Outro impacto do descarte inadequado desses resíduos é o dos danos à saúde humana. O forte odor e o fato de conter alimentos, que atraem animais e vetores de doenças podem prejudicar a qualidade de vida da população.

É importante gerenciar os resíduos orgânicos de restaurantes?

O gerenciamento dos resíduos em restaurante contribui bastante para a boa gestão do empreendimento. É possível enxergar possibilidades de aproveitamento para cada resíduo do local. O bom gerenciamento contribui, também, para a higienização do restaurante, eliminando o mau cheiro, por exemplo.

Por meio de determinadas formas de reaproveitamento dos resíduos orgânicos é possível a comercialização dos subprodutos oriundos de sua decomposição, e que possuem alto valor e potencial para o comércio, como é o caso do biogás e do biofertilizante.

Podemos ver a relevância do gerenciamento correto desses resíduos com uma ação da Prefeitura da cidade de Florianópolis-SC, que sancionou uma lei para reduzir o lixo que é encaminhado para o aterro sanitário. A lei obriga estabelecimentos a fazerem a separação dos resíduos orgânicos para compostagem. Pessoas jurídicas como os restaurantes, foco do nosso assunto de hoje, se enquadram nessa exigência.

A destinação correta é de extrema importância, principalmente, pelo fator ambiental, mas também o gerenciamento estratégico desses resíduos é uma porta para outras formas de empreendimento e geração de renda.

Empreenda na área e se surpreenda com os resultados!

Como posso fazer o reaproveitamento dos resíduos orgânicos com a destinação correta?

Neste capítulo iremos abordar duas formas de tratamento para os resíduos orgânicos: a compostagem e os biodigestores. Ambas são tecnologias eficientes para esse tipo de resíduo, a diferença para utilização é quanto à finalidade.

Gerenciamento De Resíduos Orgânicos Em Restaurantes
biodigestores são a melhor opção para a transformação de resíduos orgânicos em biogás

A compostagem é um processo biológico em que os resíduos são decompostos de maneira acelerada por um conjunto de técnicas. Após esse processo, os resíduos orgânicos tornam-se material de excelente potencial fertilizante.

Os biodigestores promovem a decomposição de forma anaeróbia (sem a presença de oxigênio), em que são aproveitados todos os subprodutos do processo. A matéria orgânica ao se decompor produz um líquido, que é chamado de biofertilizante e produz o biogás, que pode ser utilizado como fonte de energia.

A sustentabilidade completa o eixo da economia. A concorrência nessa área é quase inexistente. Quando se compreende essa segmentação, passa-se a enxergar oportunidades de negócios que crescem rapidamente. Saiba mais assistindo o vídeo:

 

 

Amplie seu conhecimento em resíduos sólidos com a VirapuruFlix. Com conteúdo técnico avançado, é perfeito para acadêmicos e profissionais do setor ambiental. Assine e mantenha-se atualizado com as melhores práticas e tecnologias!
virapuruflix: sua chave para um futuro sustentável. aprenda sobre negócios sustentáveis, reciclagem e leis ambientais. essencial para consultores, gestores e todos que visam impactar positivamente o meio ambiente. assine agora e faça a diferença

Autor

Artigos Relacionados

Um exemplo de agropecuária sustentável com uso de uma usina de biogás seria a utilização de resíduos orgânicos gerados pela atividade agropecuária, como restos de alimentos, esterco de animais e restos de culturas, para produzir biogás.

AGRO PECUÁRIA – COMO SER SUSTENTÁVEL

O que significa Agro e pecuária? O que é o setor agropecuário? O que é agricultura pecuarista? O que é um produtor agropecuário? Como ser sustentável na agro pecuária? Exemplo de uma atividade sustentável na agropecuária. Quer montar um projeto de Fazenda Sustentável?

Leia mais »

QUANDO UTILIZAR UM BIODIGESTOR CSTR

O que é um biodigestor CSTR? Para quais cenários é indicado um biodigestor CSTR? Para quais empreendimentos torna-se viável a utilização do biodigestor modelo CSTR? Qual o diferencial do biodigestor CSTR em relação aos outros? Quais substratos podem ser utilizados como biomassa para o biodigestor CSTR? É viável sempre utilizar o modelo CSTR de biodigestão? Todas essas dúvidas serão esclarecidas ao longo desse artigo. Não deixe de ler.

Leia mais »

BIOGÁS DE RESÍDUOS SÓLIDOS ORGÂNICOS URBANOS

O que são resíduos sólidos orgânicos urbanos (RSOU)? Em que quantidade são gerados? Qual o potencial de geração de biogás de resíduos sólidos orgânicos urbanos? Como pode ser tratado? Qual o tamanho do mercado de biogás de bio resíduos? Como os consultores podem aproveitar este mercado?

Leia mais »
A matéria orgânica, como restos de alimentos, esterco animal, resíduos agroindustriais e outros materiais ricos em nutrientes, é adicionada ao biodigestor juntamente com água e uma pequena quantidade de bactérias que iniciam o processo de digestão. O biodigestor é fechado hermeticamente para que não haja entrada de ar, o que é importante para manter as condições anaeróbias necessárias para a biodigestão.

BIOFERTILIZANTES – 5 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER

O que são biofertilizantes? Como é feito o biofertilizante? Quais as fontes naturais de fertilizante? Quais as vantagens e desvantagens da utilização de biofertilizantes na agricultura? Como ocorre a aplicação de biofertilizante na agricultura? Como aproveitar o biofertilizante produzido pelos biodigestores? Um exemplo real de um projeto de sucesso.

Leia mais »